Existe diferença entre lipoaspiração e lipoescultura? Sim e não. Parece confuso? Vou esclarecer agora mesmo suas dúvidas sobre os procedimentos, suas semelhanças e as fundamentais diferenças.

O Brasil é o país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, tendo superado os Estados Unidos em 2013. A lipoaspiração é a segunda cirurgia mais popular por aqui, ficando atrás apenas da colocação de próteses mamárias.

A “lipo” como é conhecida popularmente é uma cirurgia plástica indicada para quem deseja ajustar o contorno corporal, tirando os excessos de gordura de determinadas regiões. É o procedimento no qual é realizada a sucção de gordura localizada, seja na região abdominal, no quadril, pernas, costas, e outras regiões do corpo. A gordura excessiva é retirada através de finas cânulas introduzidas no corpo por meio de pequenas incisões.

A cirurgia de lipoaspiração pode ser feita com anestesia geral, peridural (igual a da cesariana) ou local, dependendo da quantidade de regiões abordadas. Em geral, as cicatrizes de lipoaspiração medem cerca de meio centímetro, mas podem ficar quase imperceptíveis com o passar do tempo, e não causam incômodo.

O procedimento cirúrgico dura, em média, duas horas. Os melhores resultados acontecem quando a gordura localizada está sob uma região de pele com boa elasticidade e sem flacidez. Caso haja excesso de pele associado a flacidez, a lipoaspiração deve ser acompanhada da retirada de pele local.

A lipoescultura também é uma técnica que consiste na retirada de gordura corporal. O que a difere da lipoaspiração é que tudo o que foi retirado é injetado em outras partes do corpo, como pernas, bumbum e sulcos do rosto. O termo “lipoescultura” é usado popularmente para definir a cirurgia que envolve a combinação das técnicas de lipoaspiração e lipoenxertia.Como a gordura é retirada do corpo do próprio paciente, as chances de rejeição são mínimas.

Além disso, é necessário mencionar que nem toda gordura injetada perdura. Existe uma taxa de absorção local, que é bem variável.

Ambas são cirurgias indicadas para quem deseja ajustar o contorno corporal, retirando o excesso de gordura de determinadas áreas. É importante ressaltar que lipoaspiração e lipoescultura não são procedimentos que visam o emagrecimento. O paciente pode até perder certa quantidade de peso após a cirurgia, mas não será uma perda significativa.

Embora a legislação brasileira permita que qualquer médico possa realizar tais procedimentos cirúrgicos, independentemente de sua especialidade, o cirurgião plástico é o único especialista que tem uma formação direcionada e adequada para este tipo de operação. A grande maioria dos acidentes em lipoaspirações ocorre com indivíduos não especializados em cirurgia plástica.

Além da escolha certa do profissional, é importante frisar que lipoaspiração e lipoescultura, mesmo quando de pequeno porte, são procedimentos cirúrgicos e devem ser realizados em um ambiente adequado, que tenha estrutura e segurança necessárias, ou seja, deve ser feito em hospitais e realizado por especialistas credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Após o procedimento, a drenagem linfática é indicada, pois auxilia na redução do inchaço, evita o acúmulo de líquidos no espaço criado pela lipoaspiração, ativa a circulação sanguínea e alivia a dor. Ainda, através da drenagem linfática manual ou com aparelhos, é possível auxiliar na remoção de hematomas, acelerar o processo de cicatrização e evitar a formação de fibroses.

A manutenção do resultado satisfatório depende não só da cirurgia, mas, também, dos cuidados do próprio paciente. A alimentação adequada e os exercícios físicos regulares são essenciais para a permanência dos resultados e para que se obtenha boa condição de saúde.

 

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020. Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Leave a Reply