Cirurgia das Palpebras - Dr Andre Valiati

Cirurgia das Pálpebras: Existe idade certa para fazer?

By Blefaroplastia, Cirurgia Plástica No Comments

A blefaroplastia, também conhecida como cirurgia das pálpebras é um procedimento com significativa procura, tanto por mulheres quanto por homens. Sua indicação principal ocorre para os casos onde a região das pálpebras se tornou mais flácida e as bolsas de gordura ficaram mais salientes, deixando as pessoas com um aspecto de cansaço.

Considerando-se que tais alterações são originadas pelo avanço da idade, fatores genéticos e também fatores ambientais (exposição solar) muitas pessoas se perguntam se há uma idade certa para começar a pensar nessa cirurgia.

Cirurgia das pálpebras a partir dos 30 anos

Ainda que não exista uma idade definida para a pessoa decidir por uma cirurgia nas pálpebras, é normalmente após os 30 anos de idade que o aumento da flacidez e o acúmulo de gordura na região ficam mais evidentes. Entretanto, é a partir dos 35 anos que tais problemas são acentuados, restando como melhor alternativa, a blefaroplastia.

Até os 35 anos, podem ser consideradas inicialmente, alternativas não cirúrgicas, como a utilização da toxina botulínica ou preenchimentos. Mas em determinados casos, o procedimento pode ser perfeitamente indicado para pessoas com idade inferior aos 35 anos, principalmente quando as pálpebras caídas interferirem diretamente na visão da pessoa, ou ainda, quando pessoas de 18 a 30 anos tem sua autoestima totalmente afetada por esse tipo de problema.

Qual o momento ideal para uma blefaroplastia

Mas afinal, como saber o momento ideal para realizar a cirurgia? Se a pessoa se sentir incomodada com as pálpebras caídas que a fazem parecer cansada e mais velha do que é, é provável que a cirurgia das pálpebras possa ser a indicação correta , pois sua finalidade é de renovar e rejuvenescer a região dos olhos em praticamente qualquer idade.

E não esqueça que a blefaroplastia ou qualquer outra cirurgia plástica deve ser sempre realizada por um médico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

enxerto de gordura - porto alegre - dr andre valiati

Enxerto de Gordura – O preenchedor ideal?

By Cirurgia Plástica, Lipoaspiração, Lipoescultura No Comments

Muitos pacientes procuram meu consultório buscando melhorar rugas faciais, aumentar as maçãs do rosto ou mesmo o volume do bumbum. Dependendo da queixa apresentada, da área a ser tratada e do volume necessário para atingir o resultado esperado, devemos optar entre os três tipos de preenchedores: gordura da própria paciente, polimetilmetacrilato (PMMA) e ácido hialurônico.

Enxerto de Gordura

Embora a popularidade do enxerto de gordura seja relativamente recente, tem sido muito utilizado em cirurgia plástica há pelo menos 100 anos, tanto em procedimentos estéticos quanto em reparadores. Com o auxílio da lipoaspiração, a gordura é retirada de áreas em que se encontra em excesso, é preparada e recolocada nas áreas desejadas, remodelando e devolvendo à paciente uma forma mais harmônica. No entanto, sua principal desvantagem refere-se a taxa de reabsorção muito imprevisível, a qual pode variar de 20 a 50% em 6 meses. Logo, pode ser necessário mais de uma sessão para que as pacientes alcancem seus objetivos.

Bioplastia

O PMMA (Bioplastia) é tema recorrente na mídia e seu uso é autorizado pelo Ministério da Saúde em pacientes da rede do SUS em tratamento para HIV, pois estes sofrem com a atrofia da gordura da face em decorrência das medicações contra o vírus. Sua utilização não é proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que em julho de 2018 fez uma publicação esclarecendo sobre indicações do PMMA. Todavia, segundo parecer emitido em 17/03/2006 pelo Conselho Federal de Medicina, o produto deve ser utilizado com cautela pelos médicos, pois trata-se de um material inabsorvível, permanente e que pode estar associado a rejeições ou a inflamações crônicas.

Ácido Hialurônico

Já o ácido hialurônico é uma substância naturalmente produzida pelo organismo, é biocompatível e não apresenta reações do tipo corpo estranho. Dependendo de sua concentração, pode ser utilizado logo abaixo da pele, melhorando as rugas da face, ou em plano profundo, aumentando os lábios ou até mesmo as maçãs do rosto. No entanto, além de ser um produto mais oneroso, apresenta reabsorção completa em 8 a 12 meses, necessitando de reaplicações para manutenção dos resultados.

Enxerto de Gordura: o preenchedor ideal?

Concluindo, o enxerto de gordura apresenta características próximas do preenchedor ideal: é um tecido abundante, facilmente captável, não apresenta rejeição, é biocompatível e tem baixo custo. Sua única desvantagem é a taxa de absorção, que faz com que, algumas vezes, seja necessário novo procedimento para complementar o resultado.

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Existe músculo frouxo?

Doutor, existe músculo frouxo?

By Abdominoplastia, Cirurgia Plástica No Comments

Durante minha rotina de trabalho, recebo em consulta pessoas com as mais variadas dúvidas e questionamentos relacionados à cirurgia plástica. Independentemente de sua complexidade, para minimizar ou dirimir essas dúvidas, procuro responder estas questões da forma mais didática e detalhada possível.

Há algum tempo, durante um atendimento, uma paciente questionou se existe “músculo frouxo”, pois havia realizado uma abdominoplastia com outro colega e seu abdome não tinha ficado “chapado” (termo muito utilizado para designar aquele abdome reto e com os músculos em destaque).

Afinal, existe músculo frouxo?

Qual foi a resposta que dei para essa paciente? Não…não existe músculo frouxo!! O que existe é músculo fraco e destreinado.

A cirurgia de abdominoplastia pode corrigir o afastamento dos músculos retos do abdome, também conhecido como diástase abdominal, através da plicatura (costura) desses músculos, deixando-os mais próximos. Contudo, esta não é uma solução isolada para se ter um abdome liso e “chapado”!

Fatores para o bom contorno abdominal

O bom contorno abdominal depende de 3 fatores:

1 – Correção da diástase;
2 – Ausência de gordura visceral (gordura entre os órgãos abdominais, não passível de lipoaspiração);
3- Musculatura abdominal forte.

A cirurgia do abdome atua apenas no primeiro dos fatores acima destacados (diástase). Já os itens 2 e 3 dependem de hábitos de vida saudáveis!

Como se comporta a região do abdômen

Cabe destacar que o ventre é submetido a uma constante “briga de forças” – uma vez que os órgãos empurram a musculatura para fora, enquanto os músculos empurram as vísceras pra dentro e o mais forte é quem irá vencer essa briga! Quando os músculos estão fracos e destreinados, normalmente predomina a primeira força, afastando os músculos abdominais, deixando a região com aspecto arredondado.

Portanto, após conhecermos o comportamento da região abdominal, é importante destacar que cirurgia plástica não substitui hábitos de vida saudáveis, como manutenção do peso e exercícios físicos, mas funciona sim como COMPLEMENTO!!

Assim, os melhores resultados da abdominoplastia geralmente são vistos em pacientes magras e praticantes regulares de exercícios físicos! Para evitar frustrações com a relatada por essa paciente, é importante que aqueles que pretendem se submeter a esta cirurgia, antes de tudo, faça a sua parte para obter o resultado desejado.

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

cirurgia plastica na adolescencia

Cirurgia plástica na adolescência é possível?

By Cirurgia Plástica No Comments

Conforme estabelece a Organização Mundial da Saúde (OMS), a adolescência é o período de transição entre a infância e a idade adulta e gira em torno dos dez aos 20 anos. Nessa fase, as pessoas estão em busca da aceitação de grupos que estão presentes em sua rotina, como nas escolas, por exemplo. Por conta disso, e também pela pressão social que influencia comportamentos e padrões de beleza, alguns adolescentes passam a sofrer de baixa autoestima, depressão e insegurança, levando-os a buscar na cirurgia plástica a solução para eliminar ou minimizar esses problemas.

Motivos para cirurgia plástica na adolescência

Os motivos para realização de cirurgia plástica na adolescência são os mais variados. Entretanto, os jovens citam alguns com maior frequência, como eliminar a insegurança, deixar de ser alvo de bullying e buscar uma melhora na autoestima. Essas são as motivações rotineiramente apontadas em consulta médica, justificando a cirurgia plástica nessa fase. Para tanto, buscam o apoio dos pais, que muitas vezes não sabem como lidar com a situação.

É importante lembrar que nessa fase as opiniões e desejos mudam de um dia para o outro, sendo fundamental que seus responsáveis identifiquem se existe uma real necessidade de realizar algum procedimento ou há apenas um desejo, que pode mudar nos dias seguintes.

Decidir com tranquilidade

Porém, a pretensão de realizar a cirurgia plástica na adolescência e a concordância dos pais não são suficientes para que a mesma seja realizada. Assim que o adolescente e seus responsáveis compreenderem pela necessidade de uma eventual cirurgia, é fundamental buscar um cirurgião plástico – que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, para uma discussão detalhada da pretensão, avaliando não apenas as expectativas do adolescente e dos familiares, mas também estabelecendo a real viabilidade de atingir o resultado esperado.

É na consulta médica que será avaliado o tipo de cirurgia que o adolescente pretende, a sua idade e também o estágio do seu desenvolvimento corporal e emocional, o que é fundamental.

Qual a melhor idade para fazer cirurgia plástica na adolescência?

Em regra, se recomenda que as cirurgias plásticas sejam realizadas após os 18 anos, uma vez que a partir dessa idade a(o) adolescente já estará com sua estrutura psicológica pronta para compreender os riscos de uma cirurgia e as responsabilidades exigidas pelo pós-operatório de uma cirurgia plástica. Contudo, existem situações e necessidades que fazem com que essa regra não seja seguida à risca.

Assim, buscar um cirurgião plástico é fundamental, uma vez que cabe a ele analisar se o adolescente busca alcançar um objetivo saudável, tanto físico, quanto emocional, e decidir, em conjunto com o paciente e seus familiares, pela realização da cirurgia nessa importante fase da vida.

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

As 5 Cirurgias Plásticas mais realizadas no Brasil em 2017

By Cirurgia Plástica, Cirurgias No Comments

Conforme o relatório divulgado no início de novembro pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil foi o segundo país do mundo em número de cirurgias plásticas no ano de 2017, com um total de 1.466.245 procedimentos realizados. Ficou atrás somente, dos Estados Unidos que totalizou 1.562.204 cirurgias no mesmo período.

Entre todos os procedimentos realizados no ano passado no país, 5 deles merecem destaque, pois representam 57% do total de cirurgias realizadas: mamoplastia de aumento (235.950); lipoaspiração (211.035); blefaroplastia ou cirurgia das pálpebras (149.736), abdominoplastia (121.385) e lifting das mamas (104.995).

Desde 2015, estas cirurgias se mantém entre as 5 mais realizadas, apenas trocando de posição em determinados momentos. Para exemplificar, ao compararmos o ano de 2016 com 2017, houve uma alternância nas 2 primeiras posições, uma vez que naquele ano a lipoaspiração foi o procedimento mais realizado, com 209.165 cirurgias, enquanto a mamoplastia ficou em segundo lugar com 204.710 intervenções.

Esses números demonstram ainda, que as brasileiras buscam aprimorar sua aparência em todas as regiões do corpo, seja aumentando ou levantando os seios, melhorando o contorno corporal, ou até mesmo deixando a face com aspecto mais jovem.

Cabe ressaltar que para definir o procedimento mais adequado para cada caso particular, é fundamental consultar com um cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Somente após essa avaliação, a paciente poderá saber se fará parte dessa estatística no ano seguinte.

 

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Prótese de Mama: Qual o Tamanho Ideal?

By Cirurgia Plástica, Cirurgias, Mama, Prótese de Mama No Comments

Uma pergunta frequente realizada por pacientes interessadas em aumentar os seios diz respeito ao tamanho da prótese. É muito comum, inclusive, pacientes chegarem ao consultório falando sobre a amiga ou uma celebridade que colocou uma prótese com determinado tamanho e obteve um bom resultado, e que deseja uma prótese com o mesmo tamanho ou volume.

Porém, é importante lembrar que os resultados serão diferentes, dependendo do tipo do corpo da paciente.

Pacientes Diferentes, Resultados Diferentes

Diversos fatores influenciam na estrutura corporal de cada pessoa, estes variando entre a genética, histórico médico, gestações prévias, amamentação, oscilações de peso, altura, entre outras questões relevantes. Muito importante, também, é o objetivo e as preferências de cada paciente, que são importantes para o procedimento.

Sendo assim, o que funcionou para uma mulher, pode não funcionar para a outra. Existem vários tipos de próteses disponíveis para garantir o melhor resultado para cada paciente. As próteses de silicone podem variar não só no volume (tamanho), mas também no perfil (baixo/moderado, alto, super alto), no formato (redonda, cônica, em  gota) e no material (lisa, texturizada, poliuretano).

Ressalta-se ainda as diferentes posições dos implantes, que, por exemplo, podem ser colocadas abaixo da glândula ou abaixo do músculo peitoral. As incisões por onde os implantes de silicone serão inseridos é outro ponto a ser considerado, sendo estas normalmente realizadas no sulco  da mama, ao redor da aréola – em sua parte inferior, ou pela axila.

Por isso, a escolha do tipo de prótese e técnica ideal devem ser realizadas em conjunto com o seu cirurgião, que irá examiná-la e sugerir a melhor opção para o seu caso. Alguns dos fatores que irão balizar a opinião do seu médico quanto ao tipo e tamanho de prótese mais indicados para o seu caso são:

  • Diâmetro do tórax;
  • Volume dos seios;
  • Altura;
  • Espessura e elasticidade da pele;
  • Predisposição a estrias e flacidez;
  • Objetivos da paciente

Sendo assim, lembre-se que os desejos da paciente são fundamentais na hora de decidir pelo tamanho da prótese, mas para que os resultados da cirurgia sejam aqueles planejados, a opinião profissional do seu cirurgião plástico sempre deverá ser levada em consideração.

 

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

MAMOPLASTIA REDUTORA COM OU SEM PRÓTESE DE SILICONE?

By Cirurgia Plástica, Cirurgias, Mama, Mamoplastia Redutora No Comments

Muitas pacientes que buscam informações sobre a cirurgia para redução das mamas tem feito essa pergunta durante a consulta médica. Muito embora, pareça uma coisa até sem sentido – retirar tecido mamário de uma paciente que tem mamas grandes e/ou flácidas e colocar uma prótese, essa cirurgia apresenta algumas vantagens.

Mamas grandes e pesadas caem de maneira mais acentuada, gerando transtornos e dores que atrapalham a vida das mulheres. Após os 35, 40 anos de idade ocorre também um fenômeno chamado liposubstituição. Ou seja, as pacientes trocam glândula mamária por tecido gorduroso, deixando a mama com menor volume, apresentando queda e resultando na sobra de pele.

Na mamoplastia redutora pura, sem prótese de silicone, a paciente deve manter um volume moderado de tecido mamário para que se possa estruturar uma mama arredondada e bonita. Esse tecido mamário vai sofrendo ações, tanto do envelhecimento, quanto da gravidade, afetando a projeção dessa mama ao longo do tempo.

Essas alterações são minimizadas quando o tecido mamário é retirado de maneira mais extensa, e se coloca uma prótese de silicone no lugar desse tecido. Com isso, diminui-se o tecido glandular vivo que sofreria os efeitos da liposubstituição ao longo dos anos.  Logo, as pacientes acabam tendo um resultado mais duradouro com o uso da prótese de silicone, permanecendo também com o colo mamário mais cheio, uma vez que a prótese proporciona maior preenchimento do colo e maior firmeza na mama.

A evolução da cirurgia é semelhante a mamoplastia redutora pura. Os cuidados iniciais de não levantar os braços acima dos ombros nos 15 primeiros dias, e evitar a academia nos primeiros 30 dias, são exatamente iguais.

Ainda que apresente benefícios com relação à mamoplastia redutora tradicional, a opção de colocar ou não a prótese é individual, uma vez que depois de decidir pela prótese, muito provavelmente essa paciente usará próteses permanentemente, pois não tem mais tecido mamário para reestruturar a mama.

 

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020, Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Quais foram as 5 Cirurgias Plásticas mais realizadas no Brasil em 2016

By Cirurgia Plástica, Cirurgias No Comments

As 5 cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil em 2016 não mudaram muito com relação ao ano de 2014. Ou seja, as maiores buscas por melhoria ou pela correção de alguma imperfeição pouco se alterou no decorrer dos anos de 2015 e 2016.

Ressalta-se, mais uma vez, que a cirurgia plástica, apresenta melhora não só no aspecto físico, mas também influencia e muito, na autoestima das pessoas.

Os dados relacionados ao ano de 2016 foram publicados no relatório da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), em 27 de junho de 2017. Foram realizados no Brasil, em 2016, o total de 2.524.115 procedimentos em cirurgia plástica. Desse total, destaco as 5 cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil nesse período:

01 – Lipoaspiração

A lipoaspiração é o procedimento que visa a retirada do excesso de gordura corporal de determinadas áreas do corpo. É indicado para pessoas que desejam melhorar a aparência do corpo e para suavizar as formas corporais irregulares ou distorcidas.

Foram realizadas 209.165 cirurgias de lipoaspiração durante o ano de 2016.

02 – Mamoplastia de Aumento

A Cirurgia de Prótese das Mamas, ou Mamoplastia de Aumento é o procedimento ideal para mulheres que desejam aumentar o volume dos seios ou restaurar o volume mamário perdido por emagrecimento ou amamentação.

Em 2016 ocorreram 204.710 cirurgias de Mamoplastia de Aumento.

03 – Blefaroplastia

A terceira cirurgia mais realizada no Brasil é a Blefaroplastia, ou Cirurgia das Pálpebras, com 159.720 procedimentos realizados.

Trata-se do procedimento indicado para os casos onde a região periocular sofreu uma série de alterações decorrentes da idade, fatores genéticos e fatores ambientais (exposição solar). Assim a pele das pálpebras se tornou mais flácida e as bolsas de gordura ficaram mais salientes. Estes fatores deixam os pacientes com um aspecto de cansaço.

04 – Abdominoplastia

A Abdominoplastia é a cirurgia que remove o excesso de pele e gordura localizadas no abdômen do paciente. Na maioria dos casos possibilita ainda a restauração os músculos enfraquecidos ou separados, deixando o perfil abdominal do paciente mais suave e tonificado.

O número total de cirurgias do abdômen, de janeiro a dezembro de 2016, foi de 133.100.

05 – Mastopexia (Lifting de Mama)

O Lifting de Mama (mastopexia) fecha a lista na 5ª posição, com um total de 88.825 procedimentos realizados no ano de 2016!

A Mastopexia é o procedimento adequado para elevar e remodelar mamas caídas e flácidas, reposicionando a aréola e o tecido mamário, removendo excesso de pele, comprimindo o tecido para composição do novo contorno da mama.

Merece destaque o fato de que o Brasil é o líder mundial em procedimentos faciais (513.755) e de contorno corporal (501.490) e, fica em segundo lugar em cirurgias nas mamas, números que mantém o país na vice colocação mundial no ranking de cirurgias plásticas realizadas no ano de 2016.

 

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020. Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Estação da Autoestima na Santa Casa de Porto Alegre vai até 23 de fevereiro

By Cirurgia Plástica No Comments

Até o dia 23 de fevereiro de 2018, a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre está promovendo a Estação da Autoestima, oferecendo descontos e condições mais que especiais para as cirurgias plásticas realizadas em seu núcleo de Cirurgia Plástica.

Aliar a qualidade, comodidade e segurança oferecidas pela estrutura da Santa Casa, com a possibilidade de um desconto de 5% no valor relacionado ao hospital, e parcelamento em até 10 vezes, é uma ótima oportunidade para quem pretende realizar uma cirurgia plástica ainda esse ano.

Quer saber como aproveitar a Estação da Autoestima e conquistar o sonho de sua cirurgia plástica?

Agende sua consulta com o Dr. André Valiati!

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020. Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

 

botox na gravidez

Aplicar botox na gravidez é seguro?

By Procedimentos Não-Cirúrgicos, Toxina Butolínica No Comments

Muitas pacientes grávidas procuram atendimento para aliviar as linhas de expressão com uso de toxina botulínica. Mas será que aplicar Botox na gravidez é seguro?!

Antes de respondermos a essa questão, vamos detalhar o que é o Botox e suas principais funções.

O que é o Botox?

Botox nada mais é que o nome comercial mais conhecido da toxina botulínica. Esse nome acabou sendo associado diretamente ao produto, se tornando um sinônimo, como ocorre com muitos produtos disponíveis no mercado, cuja marca praticamente se conecta diretamente ao produto que ela oferta ao mercado.

A toxina botulínica causa uma paralização da musculatura onde é aplicada. Essa paralização é temporária, com eficácia aproximada de 6-8 meses.

Para que é utilizado o Botox?

A aplicação do Botox é a mais variada possível, entretanto destacarei aqui apenas algumas delas:

Tratamento das rugas dinâmicas, que se formam apenas durante a ação da musculatura facial. As regiões mais afetadas pelas rugas dinâmicas são as sobrancelhas, a testa e os cantos dos olhos (pés-de-galinha).

Tratamento das rugas estáticas (permanentes), que aparecem mesmo em repouso e normalmente são mais profundas. Afetam principalmente as regiões das bochechas e dos olhos. Sua aplicação atenua essas rugas.

Tratamento para suor excessivo (hiperhidrose) nas axilas e nas mãos de pacientes. Causa a paralisação das glândulas sudoríparas.

Afinal, botox na gravidez é seguro?

Infelizmente, a resposta é não! O uso da toxina botulínica não é seguro durante a gestação.

Já foram realizados estudos em coelhos e em ratos, sem evidência de danos à mãe ou ao feto. Contudo, não existem estudos em seres humanos que comprovem o risco para o feto, o que faz com que a aplicação da toxina botulínica durante a gravidez seja evitada.

Ademais, estudos farmacológicos mostram que a molécula da toxina botulínica é bastante grande, não conseguindo cruzar a barreira placentária! Ou seja, teoricamente, não atinge o feto. Além disso, quando aplicada corretamente, a toxina não alcança a corrente sanguínea, pois permanece em localização intramuscular.

Os estudos em humanos, presentes na literatura, versam sobre relatos de pacientes que realizaram aplicação de Botox® e, algumas semanas depois, descobriram estarem grávidas. E o que ocorreu com os fetos destas mulheres?! Todos nasceram normais, sem alterações congênitas, com peso adequado e APGAR acima de 9!!!

De qualquer forma, até que mais estudos sejam realizados, os potenciais riscos ao feto contraindicam o uso de toxina botulínica para fins estéticos. Mas se você, mamãe, aplicou Botox® e descobriu depois que estava grávida, não se assuste, pois todos os estudos realizados até o momento não mostraram haver problemas para os bebês.

 

Quer agendar sua consulta com o Dr. André Valiati?

Em Porto Alegre ligue para (51)3517.5480 ou (51)99633.8816. Para agendar via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

Em Sapiranga ligue para (51)3134.2020. Para agendamento via whatsapp, clique nesse link ou faça seu agendamento online.

ATENÇÃO

ESTAMOS EM NOVO ENDEREÇO!

Mudamos para a rua Tobias da Silva, Conj. 710 , 7º Andar, Moinhos de Vento - Porto Alegre. Maiores informações, favor contatar pelo Fone:

(51) 99633 8816

View Details